Madeiras, Paletes e Pellets
made in portugal

Momentos

Momentos

A Economia Circular na Martos

O Grupo Martos é hoje uma referência no setor da transformação das madeiras, produção de paletes e de pellets. A experiencia acumulada ao longo de 4 gerações, aliada ao contínuo investimento em tecnologias de ponta e na formação técnica da sua força laboral levam a que se afirme como um grupo empresarial moderno economicamente sustentável bem como ambiental e socialmente responsável, nomeadamente no que se refere à gestão e a conservação dos recursos florestais.

A aplicação do conceito estratégico de Economia Circular nos seus processos, como base sólida para o seu contínuo crescimento, é uma prática iniciada com a reflorestação das áreas cortadas e que encontra continuidade na reintegração e valorização de toda a matéria-prima rececionada.

Tudo começa com o descasque dos toros, processo onde é gerada a casca de pinho, mais tarde utilizada em substratos na produção de flores. Segue-se o corte da madeira ainda em tronco e a sua transformação em componentes para as paletes, designados por réguas e barrotes.

As paletes ou outros produtos derivados de pinho só estarão prontos para comercializar após tratamento térmico, uma exigência legal, para a qual a Martos tem uma excelente capacidade de resposta, através de um moderno conjunto de estufas de secagem onde a biomassa é utilizada como fonte de energia para gerar o calor necessário à secagem das paletes. Um processo de secagem ecológico, com recurso a uma energia verde que permite uma resposta célere e eficiente em concordância com as expetativas dos clientes.

É precisamente durante a produção das paletes e seus componentes que são gerados um conjunto de subprodutos, a que vulgarmente chamamos estilha e serrim e que, no Grupo Martos voltam ao ciclo produtivo pela sua reintrodução como matéria-prima na produção dos pellets.

A produção dos pellets inicia-se com a secagem do serrim e da estilha, processo onde é, mais uma vez aplicado o conceito da Economia Circular, através da utilização de uma fornalha a biomassa para gerar o ar quente necessário à secagem. A biomassa utilizada na fornalha é constituída por sobrantes da exploração florestal e outros subprodutos de menor qualidade gerados durante produção das paletes. A biomassa florestal recolhida nas matas, diminui a carga combustível deixada na floresta, contribuído assim para a diminuição do risco de incêndio.

Após a secagem, segue-se a refinação e a compressão da matéria-prima numa matriz de orifícios redondos que dá aos pellets o seu aspeto final granulado de madeira densificada de elevado rendimento energético.

O Grupo Martos assume um elevado compromisso com a qualidade dos pellets que produz, quer ao nível da matéria-prima que utiliza quer no controlo diário dos parâmetros de qualidade. É uma empresa certificada pelo sistema ENplus controla e diariamente critérios de qualidade como a humidade a durabilidade mecânica, a densidade aparente e o desempenho energético dos pellets que são produzidos.

É neste contexto que a Martos aplica o modelo de Economia Circular, porque todos os sobrantes e os subprodutos que são gerados na produção das paletes são novamente devolvidos ao ciclo produtivo. Desta forma valorizamos toda a matéria-prima que entra na Martos. É este o contexto de aplicação do modelo de Economia Circular no Grupo Martos, um modelo onde todos os sobrantes e/ou subprodutos gerados são novamente devolvidos ao ciclo produtivo e onde toda a matéria-prima rececionada é valorizada.

Tudo isto faz com que o Grupo Martos seja um bom exemplo na aplicação dos princípios da Economia Circular.

A Economia Circular nos processos produtivos do Grupo Martos

Pellets Martos na FNA 2017

A Martos estará presente na Feira Nacional de Agricultura/Feira do Ribatejo, com os seus pellets, paletes e colmeias.

Esta certame terá lugar no Centro Nacional de Exposições de Santarém de 10 a 18 de junho de 2017.

A Martos enquanto empresa ligada ao setor da floresta e das madeiras tem orgulho em mostrar e divulgar o que de melhor podemos extrair da floresta portuguesa, desde as paletes, as colmeias para abelhas, sem esquecer os ecológicos pellets.

Com o nosso já habitual stand, totalmente produzido com matéria-prima, talento e esforço das nossas fábricas e dos nossos colaboradores, marcando pela diferença e atraindo imenso a atenção e o aplauso dos imensos visitantes que até nós vieram em edições passadas, em 2017 procuramos manter o sucesso alcançado, somente possível com a sua presença. Obrigado pela sua visita.

Consulte o programa oficial e o mapa do evento.

Programa Oficial do Certame

Mapa do Evento

Jornal de Leiria destaca Grupo Martos

A edição de 30 de Março do Jornal de Leiria reservou uma página da sua seção de Economia para noticiar o trabalho que desenvolvemos nas unidades do nosso grupo.

Para lá da referencia destacada que dão à nossa estratégia de internacionalização, que tem permitido aumentar a importância da exportação no nossos volume de negócios, o Jornal de Leiria enfatiza o trabalho que temos desenvolvido para potenciar e maximizar a eficiência na nossa cadeia de abastecimento, produção e comercialização, em consonância com as nossas boas práticas ambientais e de proteção da floresta.

Este destaque é fruto do trabalho de todos quantos, dia após dia, criam valor e sucesso na Martos!